Estágio Supervisionado – Cursos Técnicos

 

Definição, conforme a Nova Lei de Estágio – LEI N.º 11.788, DE 25 DE SETEMBRO DE 2008:

“Estágio é ato educativo escolar supervisionado, desenvolvido no ambiente de trabalho, que visa à preparação para o trabalho produtivo de educandos que estejam frequentando o ensino regular em instituições de educação superior, de educação profissional, de ensino médio, da educação especial e dos anos finais do ensino fundamental, na modalidade profissional da educação de jovens e adultos”.

 

Obrigações da Instituição de Ensino, em relação aos estágios de seus educandos: 

 

I - celebrar termo de compromisso com o educando e elaborar plano de atividades de estágio, juntamente com a parte concedente;

II - avaliar as instalações da parte concedente do estágio;

III – indicar professor orientador, da área a ser desenvolvida no estágio, como responsável pelo acompanhamento e avaliação das atividades do estagiário; 

IV – exigir do educando a apresentação periódica, em prazo não superior à 6 meses, de relatório das atividades e instrumentos de avaliação de estágio.

 

 Jornada das atividades de Estágio

 

a)    Carga horária

 

A nova Lei de Estágio estabelece as seguintes cargas horárias para Estágios de nível técnico e tecnológico:

No máximo 6 horas diárias e 30 horas semanais, no caso de estudantes do ensino superior, da educação profissional de nível médio e do ensino médio regular. 

 

b)   Período de Estágio

 

Para os cursos de nível técnico e tecnológico, o período de estágio em uma mesma concedente não poderá ultrapassar dois anos.

 

O número máximo de estagiários em relação ao quadro de pessoal das entidades concedentes de estágio deverá atender às seguintes proporções: 

 

I – de 1 a 5 empregados: 1 estagiário; 

II – de 6 a 10 empregados: até 2 estagiários; 

III – de 11 a 25 empregados: até 5 estagiários; 

IV – acima de 25 empregados: até 20% de estagiários.

 

Considera-se quadro de pessoal o conjunto de trabalhadores empregados existentes no estabelecimento do estágio. 

 

O Estágio na Escola SENAI “Jorge Mahfuz” – Pirituba

 

A Escola SENAI “Jorge Mahfuz” conta atualmente com um setor de Coordenação de Estágios, atendendo aos cursos de nível técnico. Esse setor, por meio do Coordenador de Estágios, é responsável pela orientação, acompanhamento e avaliação dos alunos, durante o processo de transição da vida acadêmica para a profissional.

 

Atualmente, os cursos da unidade que contam com a possibilidade de estágio supervisionado são:

 

  • Técnico em Sistemas de Energias Renováveis;
  • Técnico em Eletrotécnica;
  • Técnico em Eletroeletrônica;
  • Técnico em Eletromecânica (Dual VOITH).

 

Desde 12 de junho de 2013, por meio da Resolução RE-01/14, o Departamento Regional de São Paulo, implantou o Programa Vivência Profissional para todos os Cursos Técnicos realizados no SENAI/SP. Com o início desse programa, o Estágio Supervisionado passou ao regime de não obrigatoriedade. Dessa forma, o aluno que iniciou o curso técnico a partir da implantação do Programa Vivência Profissional, ao término da fase escolar, poderá requerer o Diploma de Técnico.

 

O Programa Vivência Profissional é um curso de Formação Inicial e Continuada (FIC) normatizado vinculado a um curso de educação profissional, podendo ser desenvolvido de forma concomitante ou subsequente. A grade dessa nova modalidade de curso comtempla uma parte teórica, denominada “Fundamentação Teórica e Instrumentalização para a Prática Profissional”, desenvolvida na modalidade Educação a Distância (EAD), e outra parte, de Prática Profissional, correspondente ao “Estágio Supervisionado”.

 

Programa Vivência Profissional – Cursos Técnicos

 

A sistemática de acompanhamento e avaliação do Programa Vivência Profissional se inicia quando o educando formaliza o Termo de Compromisso de Estágio com a Concedente, sob a supervisão da Instituição de Ensino. Nessa etapa, o Coordenador de Estágios efetiva a matrícula do aluno no programa, possibilitando que o educando estagiário inicie o Estágio Supervisionado na Concedente (parte prática) e desenvolva a parte teórica na modalidade EAD. Tanto o curso EAD quanto o Estágio Supervisionado são acompanhados, avaliados e mensurados, sendo necessário para aprovação e posterior certificação, nota mínima de 50.


 Contato

 

Coordenador de Estágios

Prof. Rudolfo Hesse

e-mail: rudolfo.hesse@sp.senai.br

Telefone: 3901-9321

 

Horário de atendimento:

Segundas / Terças / Quintas das 13:15 às 17:00h.

 

Documentos e Informações

                                                                       
  

1_TERMO_COMPROMISSO_ESTAGIO_VIVENCIA_PROFISSIONAL_Editavel

2_RELATORIO_ATIVIDADES_TECNICAS_Bimestral_ALUNO

3_AVALIACAO_DESEMPENHO_ALUNO 

4_RELATORIO_TECNICO_ALUNO

5_RELATORIO_FINAL_AVALIACAO_DESEMPENHO_ESTAGIO

6___1.63-FR_114_v.01_DECLARACAO_DE_HORAS_ESTAGIADA

Estagio_Imagem_2019